Semana da Mulher começa com inúmeras atividades em defesa das mulheres pelo SindMetal Itatiba

 

A Semana da Mulher começou com inúmeras atividades em defesa das mulheres por parte da diretoria e sindicalistas do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba e Região (SindMetal Itatiba). Dentre as comemorações estará a distribuição de rosas para as mulheres no Dia Internacional da Mulher, a ser celebrado em todo o mundo na próxima quarta-feira (8 de Março). A entrega das rosas ocorrerá em fábricas que compõe a base territorial do SindMetal Itatiba, nas cidades de Vinhedo, Itupeva e Itatiba.

Para o presidente do SindMetal Itatiba, Igor Tiago Pereira, a importância da mulher é ímpar para toda a classe trabalhadora. “Em nossa base as mulheres representam de 40 a 45% de toda a força de trabalho. Percebemos nitidamente que a cada ano elas têm conquistado mais espaços dentro da metalurgia, campo que foi, no passado, quase que exclusivamente ocupado pelos homens”, destacou Tiago.

WhatsApp Image 2017-03-06 at 08.43.28 WhatsApp Image 2017-03-06 at 08.43.30 WhatsApp Image 2017-03-06 at 08.44.25 WhatsApp Image 2017-03-06 at 08.44.27 WhatsApp Image 2017-03-06 at 08.44.39 WhatsApp Image 2017-03-06 at 08.45.47

O presidente do SindMetal Itatiba explica ainda que a preferência de muitas empresas pela contratação de mulheres se deve a uma série de fatores, dentre eles, uma melhor concentração, operação de máquinas e ainda zelo pelos equipamentos.

“O que precisamos agora é brigar ainda mais pelos direitos das mulheres trabalhadoras. Por isso nesta semana estamos em Brasília, até a próxima quarta-feira, participando da Executiva Nacional da CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros, onde o tema central será a reforma da Previdência e a reforma Trabalhista, que a nosso ver, estão retirando direitos das mulheres, uma vez que, pela proposta do Governo, haveria uma unificação na idade mínima para se aposentar entre homens e mulheres, não levando em consideração a dupla jornada exercida pela classe de trabalhadoras, que depois de um dia exaustivo de trabalho ainda exercem suas funções nos milhões de lares brasileiros. Isso é um absurdo e vamos brigar para que não seja aprovado”, destacou Tiago.

Na Executiva da CSB também participam o diretor financeiro do SindMetal Itatiba e vice-presidente da CSB, José Avelino Pereira, o Chinelo e o vice-presidente do SindMetal Itatiba, Carlos Adriano de Lima.

Segundo Chinelo “estamos aqui para dizer não à PEC 287, da reforma da previdência, que retira direitos e prejudica o futuro do Brasil. Não podemos permitir esse retrocesso em tantos direitos conquistados à duras penas ao longo de décadas de luta sindical. Por isso nossa indignação para com as propostas apresentadas e nossa briga, em conjunto com a CSB, contra essa proposta absurda”.

Na quarta e quinta-feira a CSB realizará, também em Brasília, o “Encontro da Mulher Trabalhadora da CSB”, onde o tema dos direitos das mulheres estará ainda mais presente com a discussão acalorada em defesa da categoria.

FacebookTwitterGoogle+WhatsApp

Você pode gostar...