SindMetal Itatiba convoca metalúrgicos para GREVE GERAL em 28 de abril

A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba e Região (SindMetal Itatiba) está convocando todos os trabalhadores de sua base para que cruzem os braços no próximo dia 28 de abril, aderindo à GREVE GERAL, proposta pelas principais centrais sindicais do País.

greve_geral_csb

“A paralisação será importante para mostrarmos nossa força e impedirmos que continuemos perdendo nossos direitos, com as propostas  das Reformas da Previdência e Trabalhista, nos moldes dos projetos apresentados pelo governo federal”, destaca o presidente do SindMetal Itatiba, Igor Tiago Pereira.

Com o mote “28 de abril, Vamos parar o Brasil”, as manifestações terão como alvo principal as reformas da Previdência (PEC 287) e trabalhista (PL 6787) e também a terceirização indiscriminada. Nesta data, trabalhadores de todo o Brasil cruzarão os braços para protestar e pressionar o governo e o Congresso Nacional a não levarem adiante as propostas que suprimem direitos.

greve_geral_csb2

Para o  presidente da CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros, Antonio Neto, “precisamos estar juntos e coesos para defender os trabalhadores das ameaças aos direitos trabalhistas e previdenciários”.

O diretor financeiro do SindMetal e vice-presidente da CSB, José Avelino Pereira, o Chinelo, também destaca a importância da união neste momento muito delicado em que está em xeque muitos direitos conquistados por décadas de trabalho do movimento sindical. “Só temos uma oportunidade de parar o Brasil e pressionar os políticos que querem a aprovação destas reformas em toque de caixa. Essa oportunidade será dia 28 de abril. Por isso colocamos toda a equipe do SindMetal Itatiba para visitar as fábricas e convocar nossa classe trabalhadora para que juntos possamos fazer valer nossos direitos”, destaca Chinelo.

O presidente do SindMetal Itatiba reforça a importância da união de todos os metalúrgicos e destaca que nos próximos dias serão anunciadas quais medidas serão adotadas no dia 28 de abril, durante a greve geral. “Com certeza não vamos deixar passar em branco a importância dessa mobilização. Queremos parar 100% de nossas fábricas e mostrar a força da classe trabalhadora”, finaliza Tiago Pereira.

greve_geral_csb3

FacebookTwitterGoogle+WhatsApp

Você pode gostar...